Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Andy Thomas

A temporada de agroglifos em 2016 marca a volta do fenômeno à Inglaterra

Com um bom número de casos no principal cenário do fenômeno, o Reino Unido, embora inferior ao do ano passado e com menos ocorrências fora dele, a temporada dos sinais em plantações mundo afora mostrou uma sólida consistência neste ano.

Categoria: AGROGLIFOS (CÍRCULOS INGLESES) | ERROS, ENGANOS E FRAUDES | ESPECULAÇÕES | PESQUISA | SINAIS ENIGMÁTICOS | SINAIS NA INGLATERRA

Em 12 de agosto de 2016, próximo à aldeia inglesa de Ansty, na área de Wiltshire [Foto ao lado], uma grande e muito bem elaborada figura em formato de mandala surgiu em uma plantação de trigo. O desenho central se parecia com folhas, pétalas e um complexo conjunto de diamantes curvados, cercado de 20 símbolos intrigantes e não identificados, lembrando um motivo hinduísta. Traços finos e retangulares perfaziam seu perímetro externo. Talvez fosse o agroglifo mais sofisticado e ambicioso dos últimos anos e foi matéria em vários jornais britânicos depois de um longo período sem notícias sobre o fenômeno.

Então, naturalmente, surgiram perguntas entre os estudiosos. Não seria o agroglifo um tanto ambicioso demais, muito complexo e fraudulento? Não seria algo encomendado para levantar dinheiro, já que o dono da fazenda cobrou cinco libras para visitação de sua propriedade? Não seria, enfim, uma ação comercial fabricada? Pois, afinal, a figura se parece um pouco com o emblema de um fabricante de produtos de tabaco? Enquanto as dúvidas surgiam, o site Crop Circle Connector [www.cropcircleconnector.com] viu-se obrigado a publicar uma nota repudiando tais especulações. Já outros diziam tratar-se claramente de uma intervenção extraterrestre com a intenção ou de impingir medos ou dar esperanças aos humanos por meio dos símbolos incluídos no desenho.

Enfim, a temporada do fenômeno em 2016 demonstrou mais uma vez que o grande desafio de entender os agroglifos está mais vivo do que nunca, com todos os ingredientes de pesquisa e polêmica que estes notáveis símbolos nas plantações inspiram. Já são tantos anos e os glifos continuam a nos fornecer uma oportunidade única para reavaliarmos o limite de nossas crenças, pensar sobre o que podemos e o que não podemos aceitar, ao mesmo tempo em que reconsideramos toda a natureza do mundo à nossa volta — e as grandes polêmicas talvez sejam um fator chave em seu propósito sempre evasivo.

Os primeiros meses

A Holanda viu a temporada de agroglifos de 2016 iniciar-se com uma simples cruz celta na vegetação de Hoover, em Noor Bradant, em 09 de abril. Um pictograma, como também são conhecidas as figuras, mais complexo surgiu em 06 de maio, mesmo dia em que o tradicional cenário inglês desta atividade registrou um estranho, porém belo, pentágono em uma plantação de canola em East Kenett, novamente em Wiltshire. Até então, a coisa parecia atrasada em comparação a anos anteriores, mas três outros círculos, ou anéis, simples surgiriam em Wiltshire ao longo de maio. Enquanto isso, em 15 de maio, a cidade alemã de Brandenburgo, na área de Grossziethen, recebia um nítido espiral de desenhos modestos, mas igualmente belos, lembrando flores ou borboletas — este foi o primeiro entre os glifos que o país receberia ao longo do seu verão.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.