Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Pablo Villarrubia Mauso

Alexander Kazantsev: Uma conversa com o sábio

O grande precursor da Ufoarqueologia, que sustenta a Teoria dos Antigos Astronautas, revela o que pensa sobre os UFOs e extraterrestres, sobre vida em Marte e sobre a explosão de Tunguska, em 1908.

Categoria: ASTROBOTÂNICA | ASTRONÁUTICA | MARTE | UFOs NO ESPAÇO

Durante décadas a Ufologia contou com grandes pesquisadores. Em uma época em que não havia o conforto de se sentar à frente de um computador para se pesquisar algo, investigavam o fenômeno indo até ele. Quando isso não era possível, a troca de correspondência e o debate de teorias — que eram vistas com olhos muito mais generosos do que temos hoje — supriam o fato de não se poder chegar até o local dos acontecimentos. O tempo passou, o acesso à informação se espalhou pelo mundo e a sensação do imediatismo acabou jogando no esquecimento grandes nomes do passado.

Para as novas gerações, que sequer ouviram falar dos primeiros grandes ufólogos, é de fundamental importância que se resgate o nome e a obra dessas pessoas para se criar um mapa da evolução da pesquisa ufológica, contextualizando as ideias de acordo com as épocas em que foram formuladas. Esse conhecimento, além de tudo, tem a grande vantagem de trazer à tona dados inéditos sobre a pesquisa de casos famosos e de revelar casos desconhecidos.

Com isso em mente, o autor deste texto, com a colaboração de Montserrat Llor, viajou à Rússia em busca de Alexander Petrovich Kazantsev, na época com quase um século de vida. Em Moscou, procuraram seu rastro nas listas telefônicas, perguntaram a várias pessoas, mas nada de encontrá-lo — talvez o grande sábio russo, aquele que fora o pai das mais importantes e conhecidas teorias que defendem a visita de seres inteligentes extraterrestres no passado remoto, já tivesse deixado este mundo. No entanto, a Academia Russa de Letras confirmou que Kazantsev ainda estava vivo.

Uma lenda viva

Conseguimos agendar uma entrevista com o sábio, que descansava em sua dacha na periferia de Moscou, em Paradelkino, um povoado localizado a 45 km de distância da capital. Kazantsev residia no lugar há muitos anos, como outros tantos escritores a quem o governo russo cede uma casa enquanto vivem. O ancião, que se sustentava com dificuldade sobre seu cajado, se aproximou lentamente e nos cumprimentou. Era difícil acreditar: tinha diante de mim um homem quase mítico, aquele que praticamente criou a Ufoarqueologia, também chamada de Astroarqueologia, ou seja, o estudo da presença de seres alienígenas na Terra em um passado remoto. Erich von Däniken é apenas um dos muitos que vieram anos depois de Kazantsev.

Kazantsev demonstrou ter uma mente muito viva e conversamos durante mais de duas horas inesquecíveis. “Você fala alemão?”, perguntou ele. Diante de nossa negativa, continuou nos falando em russo: “Faz muito tempo que ninguém vem me visitar. A presença de vocês aqui me alegra muito. Trabalhei na Áustria quando terminou a guerra. Fui coronel do Exército Soviético. Depois trabalhei também em Tomsk, na Sibéria, no Instituto de Tecnologia. Fui engenheiro até que me dediquei a escrever contos e novelas de ficção científica”, contou, desviando seus pequenos olhos para cima, como que buscando memórias.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.