Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Brad Steiger

Alienígenas sabotam vôos espaciais dos EUA

Categoria:
crédito: Arquivo UFO
ampliar
Brad Steiger, um dos mais reputados ufólogos dos Estados Unidos

Os ETs não têm sido tão generosos em sua assistência ao programa espacial da Terra quanto se pensa. Segundo rumores dos meios ufológicos, o chamado governo secreto travou um acordo com inteligências extraterrestres. O objetivo desse suposto pacto seria adquirir direitos de vários minerais e conquistar a liberdade de abduzir membros selecionados da população terrestre em troca de uma tecnologia alienígena avançada. Pelo que se tem observado, esse programa de intercâmbio não tem gerado bons resultados para a Terra.

 

Parece que os alienígenas têm, de fato, estado totalmente ocupados em perturbar os centros espaciais. A não ser que alguma sociedade secreta terrestre ou algum braço do governo, como o Majestic 12, tenha seu próprio programa espacial operando em bases subterrâneas escondidas. Em vez de dar assistência para os cientistas da Terra na conquista do espaço exterior, o suposto plano dos extraterrestres tem demonstrado ter, na verdade, o intuito de conservar todos os terráqueos presos ao chão – ou pelo menos manter nosso programa espacial sob rédeas curtas.

 

Desde o início do programa espacial norte-americano, as autoridades sonegam informações sobre fatos inusitados acontecidos no espaço e até sobre a Lua: os astronautas de diversos vôos espaciais têm sistematicamente observado estranhas naves extraplanetárias, que parecem observar detidamente cada passo humano em direção à tão almejada conquista do espaço exterior

 

De acordo com o escritor e pesquisador John A. Keel, “... um mês após os russos colocarem em órbita a chamada Cadela Laika, em novembro de 1957, astrônomos fotografaram, na Venezuela, não somente o Sputnik 2, como também outro inexplicável objeto que o estava seguindo muito de perto”. Em janeiro de 1961, um UFO apareceu repentinamente – do nada – e era parecido com o foguete Polaris, lançado do Cabo Kennedy. As estações de radar do centro espacial captaram o objeto por engano e traçaram claramente seu misterioso curso.

 

O primeiro astronauta dos EUA, o coronel John Glenn, acreditava que eram legítimos certos registros de discos voadores. Em sua histórica missão, em 20 de fevereiro de 1967, Glenn transmitiu para toda a Terra, sua assustadora descrição de “... mi-lhares de vagalumes verde-amarelados que tinham se aproximado da cápsula espacial”. Quando falava em uma conferência em Washington, no dia 11 de maio de 1962, o famoso piloto de X-15, Joe Walker, disse que tinha fotografado UFOs enquanto voava. Walker descreveu cinco ou seis objetos que viu como sendo cilíndricos ou discoidais e relatou que havia fotografado objetos similares num vôo anterior.

“ELES REALMENTE ESTÃO LÁ!”— O Le Matin de Paris publicou que o piloto admitiu ter detectado UFOs em uma de suas missões. Poucos meses mais tarde, em 17 de julho de 1962, o major Robert White estava voando em seu X-15 a uma altitude de 103.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.