Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Carlos Casalicchio

As abduções da família Reed

Há casos ufológicos que fogem completamente às explicações convencionais e, por desafiarem a lógica de quem não acredita neles, são providencialmente esquecidos pelos detratores e céticos do fenômeno. Mas não seriam esses casos, por mais assustadores e impossíveis que pareçam, aqueles que nos ajudarão a responder por que os aliens estão aqui?

Categoria: ABDUÇÕES | EXPERIÊNCIAS PESSOAIS | VÍRUS DESCONHECIDO

As ocorrências de abdução ocupam um capítulo à parte dentro da história da Ufologia. Amplamente divulgadas e disseminadas por Hollywood desde os anos 50, elas, em alguns casos, mostram um viés familiar. Há muitas histórias de pessoas de uma mesma família sendo abduzidas de forma sistemática por gerações, evidenciando, para falarmos pouco, algum tipo de acompanhamento genético por parte dos extraterrestres. Há anos pesquisadores especializados denunciam que há um processo de hibridização em curso, embora ninguém saiba exatamente com qual propósito. Alguns aventam a tese de que seja para a criação de uma nova espécie que seria útil aos extraterrestres, outros que beneficiaria os humanos e há aqueles ainda que alegam que os híbridos são criados para povoar outro planeta, que não o nosso ou o dos abdutores.

De maneira geral, tudo que envolve a Ufologia é difícil de ser comprovado. As filmagens e fotografias, com raríssimas exceções, não são conclusivas e os testemunhos mais fidedignos que se possui vêm de testemunhas militares e de pilotos civis, que são raras. E mesmo isso se baseia mais na respeitabilidade da testemunha do que em algo que possa servir de evidência concreta — exceção feita, claro, aos casos contendo detecções por radar de UFOs, mas também eles não parecem ser o suficiente para que se ateste sem equívocos a veracidade do fenômeno. E se a presença de naves já é difícil de ser provada, imagine o leitor a dificuldade em relação às abduções.

A maioria dos casos de sequestros por seres extraterrestres relatados vem de pessoas que não podem provar aquilo que alegam lhes ter acontecido. É importante que se atente para o fato de que a falta de provas, além de dar à Ufologia um caráter duvidoso aos olhos da ciência, dificulta muito o trabalho dos ufólogos. Para os pesquisadores, as evidências físicas dos relatos são fundamentais para que possam traçar linhas de estudo. E se entendermos a Ufologia como um corpo de estudo, fica pior — sem evidências a ser estudadas, ela não avança e acaba dando voltas sobre si mesma, sem evoluir. Assim, quando surge um episódio novo que tenha, além dos relatos das testemunhas, provas que confirmem as alegações, eles são estudados por anos e pesquisados por diferentes investigadores, na tentativa de colher dos acontecimentos todas as informações. Um desses raros acontecimentos será analisado neste artigo, o Caso Reed.

O começo de tudo

Acontecido nos Estados Unidos e envolvendo quatro gerações de uma mesma família, o episódio é tão impressionante que chegou a ser apresentado na Organização das Nações Unidas (ONU).

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.