Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Fernando A. Ramalho

Claro que Dilma respeita o ET de Varginha. Não poderia ser diferente

Inusitadas e inesperadas declarações da presidente Dilma Rousseff a uma rádio do sul de Minas Gerais, que foram tomadas como gozação pela sociedade, acabaram por reascender debates sobre o Caso Varginha e revigorar a luta pela abertura de documentos militares sigilosos

Categoria: AÇÃO GOVERNAMENTAL | ENTREVISTA | UFOs: LIBERDADE DE INFORMAÇÃO JÁ
crédito: Jonathan Barbosa
ampliar
Poucos presidentes trataram de discos voadores e de seres extraterrestres, como fez Dilma Rousseff, em Minas, ao dizer que tem respeito pelo ET de Varginha
SAIBA MAIS
Eles também estão na Antártida Era apenas um truque As revelações do Pentágono

Durante a última viagem da presidente Dilma Rousseff à cidade mineira de Varginha, em meados de agosto de 2013, o assunto que mais gerou polêmica na mídia por uma semana inteira não foram seus discursos a respeito do controle da inflação, de investimentos em transportes com verbas do PAC, criação de empregos, formação de médicos através da construção de faculdades de medicina ou incentivos fiscais agrícolas às lavouras de café, abundantes no sul de Minas Gerais. Não. O que deixou jornais, revistas, rádios e emissoras de TV em total alvoroço durante aqueles dias — e continuou por um bom tempo rendendo muitas discussões e conversas reservadas entre os ufólogos —, foram as declarações da presidente ao jornalista Carlos Otávio, daquela cidade mineira.

Toda a polêmica se estabeleceu em torno do seguinte trecho de uma entrevista concedida ao vivo por ela a Otávio, da Rádio Vanguarda, também transmitida pela concorrente Rádio Itatiaia, que começou a ser respondida por Dilma após o jornalista fazer uma menção ligando o nome da cidade ao famoso caso da captura de ETs pelo Exército e Corpo de Bombeiros do município, em 1996: “Eu sei que aqui quem não viu conhece alguém que viu ou tem alguém na família que viu. Mas, de qualquer jeito, eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido”. Vale a pena ressaltar que o jornalista Carlos Otávio foi um dos profissionais da cidade que acompanhou toda a ocorrência conhecida como Caso Varginha, desde seu início, sendo um dos maiores divulgadores e defensores da veracidade dos fatos ocorridos em 20 de janeiro daquele ano.

A princípio com um alcance estimado em um milhão de ouvintes englobando Varginha e municípios vizinhos, a transmissão das declarações de Dilma Rousseff não deveria ultrapassar os limites mineiros, por se tratar de uma entrevista quase que restrita a assuntos regionais. Entretanto, o detalhe das afirmações sobre o “respeito presidencial ao ET” acabaria indo parar em todos os meios de comunicação do país, e até fora dele, principalmente por conta da internet — o que Dilma falou acabou sendo repetido na capa do jornal londrino The Sun e a íntegra da entrevista foi parar, inclusive, no site do próprio Palácio do Planalto. Até aí nada de mais, pois se tratava da palavra da chefe do Executivo do país e sua divulgação pela Presidência da República. Mas se não fosse interpretação errônea dos ecos dessas palavras, cujas versões foram distorcidas pela mídia e até por ufólogos considerados experientes, talvez os efeitos negativos que elas trouxeram nem seriam notados. Só que, infelizmente, não foi isso que ocorreu.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.