Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Paulo Jorge Cosmelli

Mundos intraterrenos: verdade ou ficção?

Segundo a polêmica Teoria da Terra Oca, haveria um mundo interno em nosso planeta, cujas entradas estariam localizadas secretamente nos Polos Sul e Norte. Haveriam ali cidades subterrâneas inalcançáveis para nós?

Categoria: BASES SECRETAS | MITOLOGIA | TEORIA DA TERRA OCA

Existiriam povos vivendo debaixo de nós, no interior do nosso planeta? Haveria mesmo entradas para mundos escondidos na crosta terrestre, com estranhas simbologias e construções aparentemente inexplicáveis? Muito se fala sobre civilizações intraterrenas e essas são apenas algumas das perguntas que nos vêm à memória, mas seriam elas somente elucubrações ou teriam tais questões alguma base de realidade? Com a mente aberta, nunca é demais estudarmos outros pontos de vista, informações desafiadoras e opiniões diferentes, inclusive consagradas pela ciência, mesmo que julguemos tudo isso fantasioso. As teorias nesta área são abundantes, porém os fatos, mesmo que remontem à Antiguidade, ainda são difíceis de serem obtidos em investigações in locu.

O filho do grande explorador Jacques-Yves Cousteau, o também comandante Philippe Cousteau, faleceu em um misterioso acidente com seu hidroavião no Rio Tejo, próximo a Lisboa, em 28 de junho de 1979. Conta-se que no dia seguinte ele iria fazer revelações à imprensa acerca do resultado de recentes expedições realizadas a locais onde não apenas teria confirmado, mas também estabelecido contato com civilizações intraterrenas. Sua curiosidade pelo tema teve origem em novembro de 1975, quando pediu permissão ao governo grego para mergulhar no Mar Egeu — queria encontrar evidências arqueológicas da existência da Atlântida, a lendária civilização supostamente destruída na Antiguidade.

Permissão concedida, o comandante Philippe Cousteau e sua equipe foram atrás do aludido continente perdido. Segundo acreditava, a Atlântida estaria definitivamente localizada no Mar Egeu, ao largo da Ilha de Creta. Mas o que mais não chegou a ser revelado sobre sua descoberta, em razão de sua inesperada e pouco esclarecida morte? Parece uma constante e é no mínimo uma lastimável coincidência que pessoas que se dizem detentoras de segredos importantes para o mundo, quando pretendem revelar os fatos à população, não o podem fazer porque são vítimas de estranhos acidentes ou de mortes súbitas, muitas vezes nunca esclarecidas.

Registros da Atlântida

É possível encontrar várias alusões à mítica Atlântida em obras de diversos escritores e investigadores que marcaram a história, de exploradores a cientistas, de romancistas a filósofos e até esotéricos. Francis Bacon, em sua obra Nova Atlântida, de 1622, fala da Ilha Branca ou da “morada dos bem-aventurados”, que não se alcançava senão pelo mar ou pelo ar e que simbolizava a existência do que denominou de “centro espiritual primordial”.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.