Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO DE CAPA

Por Paul Stonehill

OSNIs: Os segredos dos russos

Sons desconhecidos, objetos invisíveis aos olhos e grandes naves emergindo das profundezas ou nelas entrando, tudo registrado por radares e sonares, é mais um capítulo da impressionante casuística ufológica anômala que compõe as pesquisas secretas feitas pelo Governo Soviético e agora Russo. O que teria descoberto?

Categoria: APOIO GOVERNAMENTAL | MILITARISMO | OBJETOS SUBMARINOS | SEGREDOS GOVERNAMENTAIS | UFOs e NAZISMO

A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), formada em 1922, chegou ao fim em dezembro de 1991, mudando, mais uma vez, a correlação de forças em nosso planeta. Por décadas Estados Unidos e União Soviética disputaram a supremacia bélica e espacial, e devido à grande capacidade nuclear de ambos, também por décadas o mundo viveu sem saber o que viria a seguir. A tensão entre os dois polos do poder global, conhecida como Guerra Fria, exigia que cada um deles mantivesse uma pesada cortina de silêncio sobre seus avanços científicos de caráter militar e sobre descobertas em diversas outras áreas.
 
Entre os assuntos mais sigilosos das duas nações estavam os avistamentos cada vez mais frequentes de objetos voadores e submarinos desconhecidos, cuja tecnologia era visivelmente superior à disponível na época. Cada uma das potências globais lidou com o assunto a seu modo. Nos Estados Unidos, onde as liberdades individuais e de imprensa vigoravam, nem tudo podia ser abafado e muitas notícias chegavam aos jornais. Já na União Soviética as pessoas não gozavam as mesmas prerrogativas e, portanto, o silêncio sobre o assunto era quase completo.

Hoje, mais de 20 anos depois que a chamada Cortina de Ferro ruiu, ainda sabemos pouco sobre os segredos ufológicos detidos pelos soviéticos — mas graças a bons e corajosos pesquisadores, podemos conhecer alguns deles. Este artigo, baseado em meu livro OSNIs: Os Incríveis Segredos dos Russos [Código LIV-036 da Biblioteca UFO. Confira na seção Shopping UFO desta edição e no Portal UFO: www.ufo.com.br], pretende mostrar que, independentemente dos conflitos humanos, os UFOs e OSNIs nunca se importaram com as fronteiras que nos separam ou com as guerras que travamos. E mais, eles observam de perto aquilo que fazemos em nosso planeta.

É desnecessário mencionar que a Marinha Soviética guardava cuidadosamente seus assuntos proibidos. Um exemplo típico disso foi a reação do contra-almirante Mikhail Rudnistky a um artigo sobre OSNIs publicado pela corajosa revista Tekhnika Molodezhi [Tecnologia Moderna], em 1972. Rudnistky descartou publicamente qualquer possibilidade sobre a existência de OSNIs e declarou, entre outras coisas, que se seres inteligentes tivessem vivido sob as águas do planeta por milhares de anos, já teriam, sem qualquer dúvida, tentado contatar os seres humanos. “E, claramente, isso nunca aconteceu”, completou. Ele estava apenas escondendo o jogo.

Segredos da Marinha Soviética

Entretanto, apesar das tentativas da Marinha Soviética para diminuir o interesse público sobre o assunto, quando ainda vigorava a Cortina de Ferro, ela própria sempre esteve interessada nele. O pesquisador Nikolai Nepomnyaschy descreveu em sua obra Iz Sekretnikh Arkhivov Razvedok Mira [Dos Arquivos Secretos dos Serviços de Inteligência Mundiais, Arkhad Press, 1998], um importante incidente ocorrido em 1960, quando um grande objeto submarino foi bombardeado pela Marinha da Argentina, na época em parceria pela Soviética.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.