Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ENTREVISTAS

Por Christian Stagno

Discos voadores observados por cientistas e militares na Antártida

Pouco sabemos sobre os mistérios do Continente Branco, a região menos conhecida de nosso planeta. Mas instalações que lá existem são repletas de cientistas e militares, e eles relatam terem tido inúmeros avistamentos de naves alienígenas na inóspita região.

Categoria: ACOBERTAMENTO UFOLÓGICO | AVISTAMENTOS | MILITARISMO | OBJETOS SUBMARINOS | UFOS NA ANTÁRTIDA

Em seus quase 70 anos de existência, a Ufologia, que começou como uma febre temporária com traços de histerismo social sobre discos voadores, se transformou em um assunto sério e que envolve mais camadas e sutilezas do que se pode perceber à primeira vista. Por outro lado, se o público em geral, principalmente o norte-americano, embarcou na tal febre dos discos voadores e a utilizou para de alguma forma se abstrair dos horrores da Segunda Guerra e do medo da Guerra Fria, os militares de todo o mundo levaram o assunto muito a sério.

O perigo atômico, a polarização do planeta e a caça aos nazistas que se espalharam pelo mundo formaram um caldo de pânico e preocupação surdos, que deixaram as forças militares da Terra de prontidão permanente. E, como se tudo isso não fosse o suficiente, ainda havia os misteriosos UFOs e OSNIs que não davam sossego aos tais militares, desafiando suas capacidades de monitoramento e perseguição. Muitas pessoas acreditam que apenas os países do Hemisfério Norte viviam esse clima de pânico generalizado, mas isso não é verdade.

Embora a América do Sul tenha sentido menos os horrores da época e não tivesse, ao menos aparentemente, grande influência na Guerra Fria, não podemos esquecer que dois dos submarinos alemães U-Boat escolheram as costas argentinas para se renderem e que muitos nazistas escolheram o sul do Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai para se esconderem. Da mesma forma, embora nenhum país de nosso continente tivesse poder atômico ou estivesse diretamente envolvido no cabo de guerra do poder mundial, todos sofreram as consequências políticas dele.

Currículo invejável

Esse panorama tenso e recheado de histórias fantásticas é um terreno muito conhecido de nosso entrevistado desta edição. No momento em que tem seu livro UFOs na Antártida lançado no Brasil pela Biblioteca UFO (Código LIV-038 da coleção Biblioteca UFO. Confira na seção Shopping UFO e em anúncio nesta edição), o psicólogo social e pesquisador Rubén Morales revela seus segredos neste diálogo. Ele é um dos mais famosos ufólogos da Argentina e o grande especialista a ser consultado quando o assunto é a presença de UFOs no Continente Branco. Com uma abordagem firme e metódica, Morales dá à Ufologia o respeito que ela merece — analisa-a sob um prisma muito mais aberto do que o usado pela maioria dos pesquisadores.

Nascido em Buenos Aires, em 1958, nosso entrevistado é também professor de comunicação política na Universidad Del Salvador (USAL), de Buenos Aires, onde cursou seu mestrado em marketing político e tem grande experiência profissional em publicidade política e campanhas eleitorais. Na década de 70, Morales pertenceu à Comisión de Investigaciones Ufológicas (CIU), um grupo civil de orientação científica que editava a revista Ufopress.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.