Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ENTREVISTAS

Por Thiago Luiz Ticchetti

Donald Schmitt: Expedição ao local da queda em Roswell busca encontrar novos fragmentos da nave

Para o especialista no Caso Roswell, a prova definitiva das visitas de ETs ao planeta ainda pode estar perdida na área onde aconteceu a queda. Se sua quarta expedição ao local tiver êxito, ele garante que o mundo saberá a verdade antes que as forças armadas possam agir

Categoria: QUEDAS DE UFOs | SEGREDOS GOVERNAMENTAIS | UFOLOGIA NA TV

Naquela semana do começo de julho de 1947, um mês agitado, Perry Como emplacava sua música Chi Baba, Chi Baba na lista das mais ouvidas da Billboard e o filme com maior bilheteria nos Estados Unidos era Black Narcissus, com Deborah Kerr. Em tal época, altamente militarizado, o estado do Novo México era o mais vigiado e observado do país, senão do mundo. Lá ficava o Laboratório de Los Alamos, local onde foi desenvolvida a bomba atômica, além dos campos de testes de White Sands e Alamogordo, onde eram lançados mísseis V-2 capturados dos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Não muito distante dali, em uma área chamada Trinity Site, foi detonada a primeira arma nuclear do mundo.

 

Naquele mesmo ponto do sul dos Estados Unidos também estava Roswell, cidade que abrigava a base aérea do 509º Grupo de Bombardeio, a única força atômica de ataque daquela época — foi dela que decolaram os dois aviões que destruíram Nagasaki e Hiroshima, no Japão. Mal sabiam seus moradores que o município faria parte de um dos maiores eventos da história da humanidade. Na madrugada de 03 de julho de 1947, centenas de relâmpagos atingiram o estado e, durante a tempestade, fazendeiros afirmaram ter ouvido o barulho de uma explosão diferente de qualquer trovão. Civis chegaram antes dos militares ao local e tentaram relatar o ocorrido ao xerife, enquanto outros, anos mais tarde, descreveriam um disco voador acidentado no chão do Novo México.

 

Nesta edição, a Revista UFO tem o privilégio de entrevistar um dos maiores especialistas — senão o maior — no ainda enigmático Caso Roswell. Trata-se do ufólogo norte-americano Donald Schmitt, ex-diretor de investigações especiais do Center for UFO Studies (CUFOS), fundado décadas antes pelo pioneiro J. Allen Hynek. Com esta entrevista, a publicação completa um ciclo de três trabalhos sobre o mesmo tema, ouvindo posições ora conflitantes, ora convergentes sobre o Caso Roswell. Em UFO 190 foi a vez do médico Jesse Marcel Júnior, que teria tido em suas mãos fragmentos do disco voador acidentado no Novo México. E, em UFO 191, vimos James Carrion, ex-todo-poderoso da Mutual UFO Network (MUFON), afirmar que o episódio nunca ocorreu. Agora é a vez de Donald Schmitt.

 

Forte presença na mídia

Schmitt se formou em artes pela Madison Area Technical College, no Wisconsin, e cursa atualmente justiça criminal. Don, como é conhecido, é autor de vários livros, entre eles UFO Crash at Roswell [Queda de UFO em Roswell, Avon, 1991] e Witness to Roswell [Testemunhas para Roswell, Career Press, 2007]. Na televisão, foi consultor dos estúdios Paramount em uma das séries que se produziu sobre as mais famosas manifestações da Ufologia Mundial, e convidado especial da rede NBC em Unsolved Mysteries [2005]. Além disso, já participou de muitos programas de entrevistas na TV norte-americana, como Oprah, Peter Jennings, Larry King Live e CBS 48 Hours.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.