Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ENTREVISTAS

Por George Knapp

“Sim, eles existem, vêm de fora da Terra e o Pentágono sabe disso”

A Ufologia sempre viveu de vazamentos feitos por informantes que ocuparam postos governamentais. O problema é que nunca se conseguiu verificar a veracidade do que diziam. Pelo menos até dezembro de 2017, quando credenciais verdadeiras foram mostradas pelo nosso entrevistado.

Categoria: AVISTAMENTOS | ESPIONAGEM | FILMES E FOTOS | INVESTIGAÇÃO | TECNOLOGIA

No começo de julho de 1947, algo aconteceu em um rancho situado no Deserto do Novo México, nas proximidades da cidade de Roswell. Independentemente do que tenha ocorrido ali, como a queda de um UFO e a consequente captura de seres extraterrestres, ou a queda de algum projeto ultrassecreto do Exército, o Caso Roswell ditou a regra do seria seguido pela Inteligência, pela Defesa e pelas Forças Armadas do país em relação aos UFOs: sigilo e negação nas décadas seguintes, a recém-nascida Ufologia viu um aumento no número de avistamentos, o início das abduções, a chegada dos contatados e o surgimento de órgãos e comissões governamentais para estudarem os então “objetos voadores não identificados”. E durante todo o tempo, alheia aos fatos e aos casos sem explicação mostrados pelos estudos, a posição oficial, marcada no final dos anos 40, não se abalou: UFOs não existem, os avistamentos são fruto de má interpretação de fenômenos naturais ou de aeronaves secretas, abduções são alucinações vindas por paralisia do sono ou uma máscara para abusos sexuais, cujas lembranças foram reprimidas, e os contatos são mentiras ou delírios.

Essa posição oficial não se restringe aos norte-americanos, mas é praticada por muitos outros países, com raras e notáveis exceções. Até certo ponto, é justificável que países temam que, ao confirmarem que têm seus espaços aéreos violados por aparelhos desconhecidos e incontroláveis, estejam desencadeando uma crise de confiabilidade em suas instituições — as pessoas podem simplesmente perder a confiança em seus governos e isso sempre é estopim para crises e para a falta de obediência às leis.

Desinformação

Não é difícil de se entender que quanto mais rico e tecnológico for um país, mais ele temerá assumir que há uma tecnologia superior circulando sobre seu território. A melhor forma de se enfrentar esse tipo de realidade é negando que ela exista e aliciando a mídia para que ela faça o mesmo. Assim, extraterrestres são ótimos no cinema e melhores ainda se forem mostrados como animalescos, cruéis, cheios de baba, olhos diabólicos e dentes afiados, assustando a população. Mas não podem existir na vida real.

O caso é que essa postura de negação em relação aos UFOs sempre ocorreu apenas da porta para fora. Internamente, todos os governos investigaram o que estava acontecendo em seus céus e territórios, e o que eram aqueles aparelhos cuja velocidade e manobrabilidade estavam séculos adiante de qualquer coisa que pudéssemos pensar. É importante frisar que, de 1945 a 1989, vivemos sob a tensão da Guerra Fria, quando qualquer força que não fosse aliada era considerada inimiga por ambos os lados do conflito.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.